O recurso investido é proveniente do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e soma R$ 90 mil em compras diretas de alimentos produzidos por agricultores familiares do município.

A Prefeitura de Manga, através do departamento municipal de Agronegócio e da Secretaria Municipal de Assistência Social, iniciou nesta terça-feira (19), a entrega de quase 70 mil quilos de produtos da agricultura familiar para as famílias carentes atendidas pelos programas sociais do município.

O recurso investido é proveniente do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e soma R$ 90 mil em compras diretas de alimentos produzidos por agricultores familiares do município. A previsão é entregar para em torno de 100 famílias. Também serão contemplados com os produtos o Hospital de Manga e a Casa do Idoso.

Os produtos variam entre abóbora, mandioca, melancia, feijão e milho.  A iniciativa reforça o conjunto de ações adotadas pela administração para reduzir os impactos da pandemia da Covid-19 e garantir o escoamento da produção familiar transferindo renda para os agricultores do município, além de proporcionar alimentação saudável às famílias carentes.

Segundo o prefeito, Joaquim Oliveira, a continuidade do PAA só foi possível através do empenho da administração municipal junto ao governo federal para liberação dos recursos.

“Esse programa foi uma grande conquista da nossa gestão, pois é um incentivo a mais para fortalecer o trabalho do homem do campo. Antes da pandemia, os produtos eram distribuídos para as unidades de assistência social e as escolas da rede municipal de ensino. Como as aulas estão suspensas, conseguimos acordar com o Governo Federal para que os produtos continuassem sendo distribuídos, mas para as famílias carentes”, disse.

O engenheiro agrônomo do município, José Mendonça Neto, explica que a atual cota do programa contempla 18 agricultores familiares e o município comprará de cada um mais de 3,8 mil quilos dos alimentos que produzem. “É uma renda certa que eles têm e isso os motiva a continuarem produzindo, pois sabem que a venda de grande quantidade dos produtos é garantida para o município”, comentou.

O coordenador do Cras, Edilson Filho, ressalta que é uma ação muito louvável, pois atenderá famílias carentes que não têm acesso à uma alimentação saudável. “Inicialmente vamos entregar os produtos para famílias da área urbana e posteriormente para as famílias da área rural”, disse.

Data de publicação: 19/05/2020

Compartilhe!