LEI N.º 1634, DE 29 DE JUNHO DE 2006

Art. 2º Ao CMDRS  compete promover:
I- o desenvolvimento rural sustentável do município, assegurando a efetiva e legítima participação das comunidades rurais na avaliação e reformulação do  Plano Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável - PMDRS, de forma a que este contemple ações de apoio e fomento à produção e comercialização de produtos da agricultura familiar e da reforma agrária, à regularidade  da oferta, da distribuição e do consumo de alimentos no município, e à organização dos agricultores(as) familiares, buscando sua promoção social, à geração de ocupações produtivas e à elevação da renda;
II- a execução, a monitoria e a avaliação das ações previstas no plano municipal de desenvolvimento rural sustentável do município, e dos impactos dessas ações, no desenvolvimento municipal, e propor redirecionamento;
III- a formulação e a proposição de políticas públicas municipais voltadas para o desenvolvimento rural sustentável;
IV- a inclusão dos objetivos e ações do plano municipal de desenvolvimento rural sustentável no Plano Plurianual (PPA),  na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e no Orçamento Municipal (LOA);
V- a aprovação e compatibilização da programação físico-financeira anual, a nível municipal, dos programas que integram o Plano Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável, acompanhando seu desempenho e apreciando relatórios de execução;
VI - a compatibilização entre as políticas públicas municipais, regionais, estaduais e federais voltadas para o desenvolvimento rural sustentável, e para a conquista e consolidação da plena cidadania no espaço rural;
VII - a criação e/ou o fortalecimento das associações comunitárias rurais, e a sua participação no CMDRS;
VIII - a articulação com os municípios vizinhos visando a construção de planos regionais de desenvolvimento rural sustentável;
IX - a identificação e quantificação das necessidades de crédito rural e de assistência técnica para os agricultores familiares;
X - a articulação com os agentes financeiros com vistas a solucionar dificuldades identificadas e quantificadas, em nível municipal, para concessão de financiamentos à Agricultura Familiar;
XI - ações que revitalizem a cultura local;
XII - a diversidade e a representação dos diferentes atores sociais do município, no Plenário do Conselho, estimulando a participação de mulheres, jovens, indígenas e descendentes de quilombos.
 

Responsáveis

Emília Torres da Silva Guedes

Presidente

Endereço

  Avenida José de Alencar, 1980  Bairro: Centro
    Manga/MG

Notícias Relacionadas a este Departamento

04/01/2022

MATRÍCULAS ABERTAS PARA 2022

EDUCAÇÃO


03 jan 2022

PREFEITO RECEBE PAIS DE AUTISTAS DO MUNICÍPIO PARA DISCUTIR MELHORIAS NO TRATAMENTO DESSAS PESSOAS

PREFEITO RECEBE PAIS DE AUTISTAS DO MUNICÍPIO PARA DISCUTIR MELHORIAS NO TRATAMENTO DESSAS PESSOAS


25 dez 2021

MENSAGEM DE NATAL

MENSAGEM DE NATAL


23 dez 2021

PREFEITURA PROMOVE CONFRATERNIZAÇÃO DE NATAL, CARINHO E ATENÇÃO PARA OS IDOSOS INTERNOS NA INSTITUIÇ

PREFEITURA PROMOVE CONFRATERNIZAÇÃO DE NATAL, CARINHO E ATENÇÃO PARA OS IDOSOS INTERNOS NA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA


22 dez 2021

COPA CORUJÃO DE FUTEBOL CHEGA AO FIM E TEM O ÍBIS – AMIGOS DA BOLA COMO GRANDE CAMPEÃO

- Saiba como foi a Copa Corujão e a grande a final desse espetacular evento esportivo que marca a volta gradual do futebol manguense


Todas as notícias