Dentre as medidas implementadas, estão, suspensão de eventos com público superior a 20 pessoas, incluindo academias, cultos e demais manifestações religiosas; suspensão das aulas na rede municipal de ensino, no período de 18 de março a 12 de abril;

O prefeito de Manga, Joaquim Oliveira, decretou na tarde desta quarta-feira, 18, adoção de medidas temporárias e emergenciais de prevenção de contágio do novo coronavírus (Covid-19). Dentre as medidas implementadas, estão, suspensão de eventos com público superior a 20 pessoas, incluindo academias, cultos e demais manifestações religiosas; suspensão das aulas na rede municipal de ensino, no período de 18 de março a 12 de abril; e das atividades do Serviço de Convivência e do PAIF. O documento também prevê a proibição de audiências públicas

O atendimento nas repartições públicas municipais continua, mas deve ser respeitada a distância mínima de 1,5 metros, entre os servidores públicos e o público externo, e entre os próprios servidores públicos.  Outrossim, é a suspensão de participação em viagens oficiais do servidor que tenham como origem ou destino localidade em que houver a transmissão comunitária do agente Coronavirus (COVID-19).

Por medidas de precaução, o decreto impõe que os automóveis de propriedade do município que transportam passageiros, passarão por higienização diária dos veículos utilizados. Além disso, os setores responsáveis pela limpeza das instalações públicas irão intensificar o serviço para manter a plena higiene das instalações.

Outra medida adotada é a restrição de visitas em asilos e casas terapêuticas. A visita será aberta a uma pessoa por paciente ou interno, e somente uma vez por semana. É obrigatório que o visitante esteja assintomático e não tenha viajado para localidades que possuam casos confirmados do contágio.

O documento também orienta aos proprietários de bares, restaurantes e similares que incentive o atendimento através de entrega na residência dos consumidores. No caso do atendimento presencial, respeitar a distância mínima de dois metros de cada mesa, em ambiente com climatização natural e com as portas e janelas completamente abertas. Os estabelecimentos deverão fornecer toalhas de papel, álcool em gel ou sabonete líquido para os consumidores.

O decreto estará em vigor pelo prazo de 120 dias, podendo ser prorrogado, caso haja necessidade, seguindo as recomendações e indicações lançadas pelo Governo do Estado de Minas Gerais e pelo Governo Federal. Outras medidas podem ser conferidas no site oficial da Prefeitura www.manga.mg.gov.br >Publicações Oficiais > Legislação > Decretos > Decreto Medidas Coronavírus.

Data de publicação: 18/03/2020

Compartilhe!